Iluminados por Deus

VERSO PARA MEMORIZAR:


Leituras da semana:
Apocalipse 18:1-4.
Apartir do Título, e do estudo da semana, anote suas impressões sobre o que se trata a lição:

Pesquise: em comentários bíblicos, livros denominacionais e de Ellen G. White sobre temas neste texto: Apocalipse18:1-4.

* Estude a lição desta semana para se preparar para o Sábado, 24 de Junho.

Treinando meninos para ler a Bíblia

A festa Qual é o segredo para ensinar uma criança a ter um tempo pessoal com Deus? Christian Müller, um voluntário argentino em uma escola adventista do sétimo dia em Tokmok, Quirguistão, surpreendeu-me com sua resposta enquanto conversávamos em sua casa. Eu estava na cidade para coletar histórias de missão para a Adventist Mission. Christian disse que seu filho de seis anos, Thomas, interrompeu suas devoções pessoais naquela manhã. "Normalmente, eu teria pedido para ele esperar", disse Christian para mim. "Mas ele segurou a Bíblia em suas mãos pequenas e disse: 'Papai, eu não entendo o que estou lendo. Você pode me ajudar?' O que mais eu poderia fazer senão ajudá-lo?"

Eu fiquei surpreso que um menino tão pequeno estivesse lendo a Bíblia de manhã. Minha incredulidade cresceu quando Christian explicou que Thomas e seu irmão de sete anos, Lukas, liam suas Bíblias todas as manhãs. "Como você os ensinou a ter devocionais matinais?" eu perguntei. Christian pensou por um momento. "Na verdade, nunca os ensinei a ter devocionais matinais", disse ele. Os meninos começaram a ter devoções pessoais por volta do tempo em que aprenderam a andar.

Christian e sua esposa, Romina, sentavam-se em lados opostos da mesa da cozinha para ler suas Bíblias para devoções pessoais todas as manhãs em sua casa na Argentina. Os meninos acordavam e, naturalmente, queriam estar com seus pais. Saindo da cama, eles encontravam o pai e a mãe na cozinha. Christian disse aos meninos desde o início que era muito importante para o papai e a mamãe passar um tempo com Deus de manhã e que os meninos não podiam interromper as devoções matinais. Se os meninos quisessem ficar na cozinha, precisavam ficar quietos e ter suas próprias devoções.

Os meninos optaram por ficar. Inicialmente, eles não conseguiam ler, então folheavam silenciosamente livros de figuras da Bíblia. À medida que cresceram, começaram a ler suas Bíblias. Depois de se mudarem para o Quirguistão, os pais e os meninos tinham devoções matinais em seus próprios quartos. Este foi o segredo para ensinar uma criança a passar um tempo pessoal com Deus pela manhã. "Nunca disse aos meninos que eles precisavam começar a ter devoções matinais", disse Christian. "Eles apenas viram que a mãe e eu tínhamos devoções e seguiram nosso exemplo".


Fornecido pelo Escritório da Conferência Geral da Missão Adventista, que usa as ofertas missionárias da Escola Sabatina para espalhar o evangelho em todo o mundo. Leia novas histórias diariamente em www.AdventistMission.org.


Acreditamos que Deus aumentou o conhecimento de nosso mundo moderno e que Ele deseja que o usemos para Sua glória e proclamar Seu breve retorno! Precisamos da sua ajuda para continuar a disponibilizar a Lição da Escola Sabatina neste aplicativo. Temos os seguintes custos Firebase, hospedagem e outras despesas. Faça uma doação no nosso site WWW.EscolaSabatina.net

Igreja em Ascensão

Mais cedo ou mais tarde, eventos finais começarão a acontecer. Não nos disseram exatamente quando e como, mas nos disseram o suficiente. Algum tipo de lei que obriga a guardar o domingo em vez do sábado será aprovada.
O livro do Apocalipse nos mostrou os problemas cruciais em jogo, os jogadores cruciais envolvidos e, de forma geral, descreveu o que acontecerá quando, em vez de adorar "Aquele que fez o céu e a terra, o mar e as fontes das águas" (Apocalipse 14:7), as pessoas - todas "cujo nome não está escrito no Livro da Vida do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo" (Apocalipse 13:8) - adorarem a besta e sua imagem.

Em outras palavras, os nomes daqueles que escolheram seguir o Senhor Jesus Cristo e obedecer seus mandamentos permanecerão no livro da vida. É muito melhor estar no registro de Deus do que nos registros dos homens!

Deus levantou a Igreja Adventista do Sétimo Dia para pregar esta mensagem ao mundo. Portanto, precisamos ser crentes da verdade como ela é em Jesus e precisamos ter sido transformados e feitos novos pelo "evangelho eterno" de Apocalipse 14:6, que se concentra na morte de Cristo por nós e na certeza de nossa salvação Nele.

Preparação Para a Crise Final

O apóstolo Paulo exortou os crentes em Tessalônica a "vigiar e estar sóbrios" no contexto da segunda vinda de Cristo (1 Tessalonicenses 5:6). Ele também declarou que eles eram "filhos da luz" e que não estavam "em trevas, para que aquele dia [a volta de Cristo] vos surpreenda como um ladrão". Se Paulo instigou os crentes tessalonicenses devotos desta maneira, quanto mais ele nos instigaria hoje em dia?

Jesus usou a palavra "vigiar" em conexão com oração sincera e fervorosa (Mateus 24:42; 26:40, 41). Vigiar é estar espiritualmente alerta. Estar sóbrio é levar a sério os tempos em que vivemos e estar focado nas coisas que realmente importam. Ellen G. White acrescenta que "nós, que conhecemos a verdade, devemos estar nos preparando para o que está prestes a acontecer no mundo como uma surpresa avassaladora". Embora a segunda vinda de Cristo possa ser uma surpresa para o mundo, certamente não deveria ser uma surpresa para nós. Embora não saibamos quando isso acontecerá, podemos ver o suficiente, tanto na Bíblia quanto nos eventos mundiais ao nosso redor, para saber que está chegando, e que agora, hoje, é o dia para estarmos prontos. Não há tempo a perder.

Cristo nos deu as mensagens dos três anjos para que possamos nos preparar para o que sabemos que está por vir. As profecias de Daniel e Apocalipse, combinadas com o dom moderno de profecia, fornecem insights divinos sobre os eventos futuros deste mundo. A Palavra profética de Deus esboça a história da salvação com antecedência, e as profecias de Daniel 2, que foram cumpridas exatamente como previsto, fornecem evidências poderosas e racionais de que podemos confiar em Deus.

O apelo final de Deus ao Seu povo é que fujam dos erros da Babilônia e caminhem na luz da verdade eterna encontrada em Sua Palavra (Ap 18). A chave para tudo é a Bíblia. Enquanto as pessoas se apegarem à Bíblia e seguirem o que ela ensina, não serão enganadas na crise final - especialmente em relação ao sábado. A mensagem do segundo anjo apela ainda mais para que aceitemos a verdade em vez do erro, a Escritura em vez da tradição e os ensinamentos da Palavra de Deus em vez das falsas doutrinas proclamadas por muitas organizações caídas.

A mensagem do terceiro anjo apresenta um aviso contra a marca da besta. Ao longo das profecias da Bíblia, uma besta sempre representa um poder político ou religioso. Eventualmente, esse poder religioso estendeu sua influência sobre o mundo inteiro e liderou um movimento para unir igreja e estado. O objetivo era alcançar a unidade mundial em um momento de agitação econômica, catástrofes naturais, turbulência social, crises políticas internacionais e conflitos globais. Essas mensagens concluem com um apelo urgente para que os seguidores fiéis de Cristo guardem os mandamentos de Deus, promovendo a fé viva de Jesus em seus corações (Apocalipse 14:12).

Iluminados com a Glória

Deus levantou um povo do fim dos tempos para ficar sobre os ombros dos grandes reformadores do passado, tendo a Bíblia como sua única crença, Cristo como única fonte de salvação, o Espírito Santo como única fonte de força e a volta de nosso Senhor como a consumação de todas as suas esperanças. Verdades há muito obscurecidas pela escuridão do erro e da tradição, incluindo o verdadeiro sábado bíblico, serão proclamadas ao mundo pouco antes do retorno de nosso Senhor. As três mensagens dos anjos deram origem a esse movimento dos últimos dias para completar a Reforma e participar com Cristo na conclusão de sua obra na terra. As grandes profecias do último livro da Bíblia revelam um movimento divino que surge da decepção para proclamar a mensagem final de Deus ao mundo.

Apocalipse 14 descreve uma igreja que se estende pelo mundo, espalhando a boa notícia do evangelho eterno para cada pessoa na terra. Os três anjos de Apocalipse 14 são acompanhados por um quarto no capítulo 18. Este anjo dá poder à proclamação dos três anjos para que o mundo seja iluminado com glória (Apocalipse 18:1). O capítulo 18 se concentra nos principais eventos que levarão ao clímax da história humana e ao triunfo final e definitivo do evangelho. O anjo que desce da gloriosa presença de Deus na sala do trono do santuário foi comissionado para proclamar a última mensagem de misericórdia de Deus e alertar os habitantes da terra sobre as calamidades e triunfos que estão por vir. O texto diz que o anjo vem com "grande autoridade" (Apocalipse 18:1).

A palavra grega do Novo Testamento para "autoridade" é exousia. Jesus usa essa palavra no Evangelho de Mateus ao enviar Seus discípulos. Em Mateus 10:1, Jesus dá aos Seus discípulos "autoridade" sobre as principados e poderes do mal. Ele os envia com o poder divino para serem vitoriosos na batalha entre o bem e o mal. Em Mateus 28:18,19, Ele os envia novamente, mas desta vez com "toda a autoridade" no céu e na terra para ir e "fazer discípulos de todas as nações".

A grande luta entre o bem e o mal no universo também é sobre a honra de Deus, ou seja, Sua reputação. Satanás, um anjo rebelde, declarou que Deus é injusto - que Ele exige adoração, mas dá pouco em troca. O malvado afirma que a lei de Deus restringe nossa liberdade e limita nossa alegria. A vida, morte e ressurreição de Jesus destruíram essa falsa afirmação. Aquele que nos criou mergulhou no pecado deste mundo para nos redimir. Na cruz, Ele respondeu às acusações de Satanás e demonstrou que Deus é amoroso e justo.

Ganho pelo Seu amor e preocupado com Sua honra, Seu povo do fim dos tempos revela Sua glória - Seu caráter amoroso e sacrificial a um mundo egoísta e ímpio, e a terra é iluminada pelo caráter de Deus. A glória de Deus é o Seu caráter. A terra será cheia da glória de Deus quando formos cheios do amor de Deus e nossos caracteres forem transformados por esse amor redentor. Revelar Seu amor em nossas vidas pessoais revela Sua glória, Seu caráter, ao mundo. A última mensagem a ser proclamada a um mundo envolvido em trevas espirituais, a mensagem trazida por três anjos, é um comando para "temer a Deus e dar-Lhe glória" (Apocalipse 14:7).

Momento de Reflexão

► Como as questões nos últimos dias acabam sendo uma questão de autoridade?


► Quais são as implicações da glória de Deus enchendo a terra?


► Quando a obediência se torna legalismo? Como podemos nos proteger disso?


► De que maneiras alguém que não guarda os mandamentos de Deus ainda pode ser um legalista?


► Que resposta você pode dar para aqueles que criticam falar sobre as bestas e advertências em Apocalipse (além da resposta óbvia de que elas estão na Bíblia)?


► Como encontramos um equilíbrio entre estar cientes dos tempos e não nos envolvermos em especulações?

O Cordeiro Morto

Existem muitos símbolos no livro do Apocalipse, como um dragão no céu (Ap. 12:3, 4, 7), anjos voando no meio do céu (Ap. 14:6) e uma mulher montada em uma besta escarlate (Ap. 17:3). O Espírito Santo inspirou João a incluí-los na Palavra de Deus, e eles têm papéis importantes em revelar a verdade para aqueles que leem as palavras deste livro e as colocam em prática. Como diz: "Bem-aventurado aquele que lê e aqueles que ouvem as palavras desta profecia e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo" (Ap. 1:3).

No entanto, há outra imagem que aparece repetidamente em todo o livro do Apocalipse. Ela descreve Jesus não apenas como um cordeiro, mas como um cordeiro "morto" (Ap. 5:6, 12; Ap. 13:8) - ou seja, Jesus Cristo crucificado. Aqui está o coração e a alma, não apenas do livro do Apocalipse e das mensagens dos três anjos, mas também de toda a Bíblia. Não podemos ser fiéis ao nosso chamado, não podemos fazer o trabalho que Deus levantou esta igreja para fazer, a menos que tenhamos o Cordeiro morto, Jesus crucificado como sacrifício por nossos pecados, como o ponto focal de nossa mensagem.

Em outras palavras, no meio das imagens de bestas perigosas, um dragão fazendo guerra, pragas, perseguição e da marca da besta, permanece em primeiro plano o Cordeiro morto. E somente Ele, e o que Ele fez por nós, está fazendo agora, e fará antes que tudo acabe;
Ele é o que as mensagens dos três anjos são realmente sobre. Então, precisamos colocar intencionalmente o Cordeiro morto no centro de nossas doutrinas e missão e no coração de cada sermão que pregamos, cada artigo que escrevemos, cada oração que fazemos, cada música que cantamos, cada estudo bíblico que damos e em tudo o que fazemos. Deixe o amor revelado pelo Cordeiro na cruz transformar a maneira como tratamos uns aos outros e nos mover para cuidar do mundo.

O Encerramento do Conflito Cósmico: Papel das Mensagens dos Três Anjos", há imagens de monstros perigosos, de um dragão em guerra, de doenças, de perseguição e de uma marca do mal. Mas o que mais importa nessa mensagem é o "Cordeiro morto". Ele é o centro de tudo e é Ele que fez, está fazendo e ainda fará coisas muito importantes por nós. Ou seja, as três mensagens dos anjos têm tudo a ver com Ele!

As luzes Mais Brilhantes

A humanidade não tem luz em si mesma. Sem Cristo, somos como uma vela apagada, como a lua quando está virada para longe do sol; não temos um único raio de brilho para espalhar na escuridão do mundo. Mas quando nos voltamos para o Sol da Justiça, quando nos aproximamos de Cristo, toda a nossa alma se ilumina com o brilho da presença divina. Os seguidores de Cristo devem ser mais do que uma luz no meio dos homens.
Eles são a luz do mundo. Jesus diz a todos que invocam o Seu nome: Vocês se deram a Mim, e Eu vos dei ao mundo como Meus representantes. Assim como o Pai O enviou ao mundo, Ele declara: “também Eu os enviei ao mundo. ” João 17:18. Assim como Cristo é o canal para a revelação do Pai, nós somos o canal para a revelação de Cristo. Enquanto o nosso Salvador é a grande fonte de iluminação, não se esqueça, ó cristão, que Ele é revelado por meio da humanidade. As bênçãos de Deus são concedidas por meio da instrumentalidade humana. Cristo mesmo veio ao mundo como o Filho do homem.

A humanidade, unida à natureza divina, deve tocar a humanidade. A igreja de Cristo, cada discípulo individual do Mestre, é o canal designado pelo céu para a revelação de Deus aos homens. Anjos de glória aguardam para comunicar por meio de você a luz e o poder do céu às almas que estão prontas para perecer. Se o agente humano falhar em cumprir o seu trabalho designado, em igual medida o mundo é privado da influência prometida do Espírito Santo! Mas Jesus não ordenou aos discípulos: “Esforcem-se para fazer a sua luz brilhar”; Ele disse: “Deixem-na brilhar”. Se Cristo está habitando no coração, é impossível esconder a luz da Sua presença. Se aqueles que professam ser seguidores de Cristo não são a luz do mundo, é porque a força vital os abandonou; se não têm luz para dar, é porque não têm conexão com a Fonte de luz.

O anjo que se une à proclamação da mensagem do terceiro anjo deve iluminar toda a Terra com sua glória. Aqui é predito um trabalho de alcance mundial e poder incomum. O movimento Adventista de 1840-44 foi uma manifestação gloriosa do poder de Deus. A mensagem do primeiro anjo foi levada a todas as estações missionárias do mundo, e em alguns países houve o maior interesse religioso testemunhado em qualquer lugar desde a Reforma do século XVI. Mas isso será superado pelo movimento poderoso sob o último aviso do terceiro anjo. O trabalho será semelhante ao do Dia de Pentecostes.

Assim como a "chuva anterior" foi dada, no derramamento do Espírito Santo na abertura do evangelho, para causar o desabrochar da semente preciosa, assim a "chuva tardia" será dada em seu fim para o amadurecimento da colheita. "Então conheceremos, se prosseguirmos em conhecer o Senhor: sua vinda é preparada como a aurora; e ele virá para nós como a chuva, como a chuva anterior e a tardia para a terra". Oséias 6:3. "Alegrai-vos, pois, filhos de Sião, e regozijai-vos no Senhor vosso Deus, porque ele vos deu a chuva, o outono para a vossa justiça, e fará descer para vós chuva, a chuva temporã e a serôdia, como no princípio". Joel 2:23.
"Nos últimos dias, diz Deus, derramarei do meu Espírito sobre toda a carne." "E acontecerá que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo". Atos 2:17, 21. O grande trabalho do evangelho não terminará com menos manifestação do poder de Deus do que marcou o seu início.

As profecias que se cumpriram com a chuva serôdia, no início do evangelho, serão novamente cumpridas com a chuva tardia, no seu final. É o momento das "estações de refrigério" às quais o apóstolo Pedro se referiu quando disse: "Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados e venham, assim, os tempos de refrigério pela presença do Senhor, e envie ele o Cristo". Atos 3:19,20.

Servos de Deus, com seus rostos iluminados e brilhantes pela santa consagração, correrão de um lugar para outro para proclamar a mensagem celestial. Por milhares de vozes em todo o mundo, será dado o aviso. Milagres serão realizados, os enfermos serão curados, e sinais e maravilhas seguirão os crentes. Satanás também trabalhará com maravilhas mentirosas, até mesmo trazendo fogo do céu à vista dos homens. Apocalipse 13:13. Assim, os habitantes da terra serão levados a tomar uma posição.

A mensagem será transmitida não tanto por argumento, mas pela profunda convicção do Espírito de Deus. Os argumentos já foram apresentados. A semente foi semeada, e agora ela vai germinar e dar fruto. As publicações distribuídas pelos missionários têm exercido sua influência, mas muitos, cujas mentes foram impressionadas, foram impedidos de compreender plenamente a verdade ou de obedecer. Agora, os raios de luz penetram em todos os lugares, a verdade é vista em sua clareza, e os honestos filhos de Deus rompem as barreiras que os seguravam.
As conexões familiares, as relações da igreja, são impotentes para impedi-los agora. A verdade é mais preciosa do que tudo o mais. Apesar das agências combinadas contra a verdade, um grande número toma posição ao lado do Senhor.